Nossas Soluções

Cálculo do INSS progressivo por faixas – 2021

Até abril de 2020 a contribuição para o INSS era feita baseada em percentuais específicos, de acordo com os valores de salários. No entanto, a partir da Reforma da Previdência o cálculo do INSS Progressivo mudou a sistemática da apuração dessa contribuição.

Anteriormente as alíquotas eram de 8%, 9% e 11%, na ocasião o teto de contribuição era de R$6.101,06.

O que é o INSS? 

O Instituto Nacional do Seguro Social – INSS – é o órgão responsável pelo pagamento da aposentadoria e demais benefícios aos trabalhadores brasileiros que contribuem com a Previdência Social.

O imposto chamado INSS é recolhido com a finalidade de gerar receita para a Previdência, garantindo estes benefícios previdenciários a todos.

Sendo assim, veja o que a Previdência Social proporciona aos segurados:

  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Aposentadoria por idade e invalidez;
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-doença;
  • Auxílio-acidente;
  • Auxílio-reclusão;
  • Salário maternidade;
  • Salário família;
  • Reabilitação profissional.

Como é feita a contribuição para o INSS?

O recolhimento da guia para o INSS irá depender do tipo de contribuinte e também do tipo de trabalho exercido. 

Dessa forma, se você for empregado, a empresa contratante é responsável por realizar o recolhimento da guia e efetuar o desconto da contribuição direto do seu salário. 

No entanto, se você é empresário, sua contribuição se dará através do pró-labore, cujo valor do INSS também é descontado da remuneração, similar ao que ocorre com o salário do CLT.

Sobretudo os autônomos e segurados facultativos precisam realizar a inscrição na Previdência Social e gerar sua própria guia para recolhimento.

Mudanças na nova Tabela de contribuição INSS

Anteriormente, até fevereiro de 2020, a tabela de contribuição do INSS possuía 3 faixas, com alíquotas fixas e únicas:

Salário (de)Salário (até)Alíquota
0,001.830,298%
1.830,303.050,529%
3.050,536.101,0611%
Última tabela do INSS antes da mudança em 2020

A partir de 2020 e já considerando a atualização dos valores de 2021, portanto o cálculo passa a ser progressivo e a tabela passa a ter 4 faixas de contribuição:

Salário (de)Salário (até)Alíquota
0,001.100,007,5%
1.100,012.203,489,0%
2.203,493.305,2212,0%
3.305,236.433,5714,0%
Tabela do INSS em 2021

Como funciona o cálculo do INSS progressivo?

Em síntese, na nova regra de cálculo da contribuição, deve-se multiplicar pela alíquota de cada faixa apenas a parcela do salário que nela se encaixar. 

Por exemplo, veja como fica o cálculo para um salário de R$ 3.000,00 na 3ª faixa:

  • 1ª faixa salarial: 1.100,00 x 0,075 = 82,50
  • 2ª faixa salarial: [2.203,48 – 1.100,00] x 0,09 = 1.103,48 x 0,09 = 99,31
  • Faixa que atinge o salário: [3.000,00 – 2.203,48] x 0,12 = 796,52 x 0,12 = 95,58
  • Total a recolher: 95,58 + 99,31 + 82,50 = 277,40

Assim, com este resultado logo é possível calcular a alíquota efetiva que se encontra em cerca de 9,25% (277,40 ÷ 3.000,00).

Por fim para te auxiliar vamos disponibilizar uma planilha em Excel contendo essas informações.

Basta digitar o valor do salário base que a planilha te mostrará o resultado de acordo com cada faixa de contribuição.

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.
Pontomais

Produtos

Nosso propósito

Nossos valores

Nossa visão