Nossas Soluções

FGTS deve distribuir parte do lucro de R$ 8,5 bi até o fim de agosto

Saque emergencial terá valor de até um salário mínimo e é permitido apenas em alguns casos, confira

Em 2020, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) teve lucro de R$ 8,5 bilhões, uma queda de 25% com relação ao lucro de 2019, quando o valor foi de R$ 11,32 bilhões. Parte desse montante será dividido entre os trabalhadores até o dia 31 deste mês, de acordo com o Ministério da Economia

A pasta explicou que a queda no lucro se deu em virtude da pandemia, que provocou o aumento do desemprego. O saque emergencial terá valor de até um salário mínimo e é permitido apenas em alguns casos. 

Leia mais

Na próxima terça-feira (17), o Conselho Curador do FGTS deve definir qual percentual será distribuído e creditado nas contas vinculadas até o fim deste mês, momento em que se definirá a rentabilidade auferida no ano de 2020.

Se for mantida a média do ano anterior, com repasse de 66,3% do lucro, serão distribuídos R$ 5,9 bilhões.

Podem receber o bônus os trabalhadores com saldo positivo na conta do FGTS até 31 de dezembro. Para receber, não é necessário que o beneficiário tenha feito contribuição no ano passado. 

O dinheiro deve começar a ser depositado nas contas assim que a quantia for decidida pelo Ministério da Economia. A previsão, de acordo com a Caixa Econômica, é de que o dinheiro seja depositado até o dia 31 de agosto. 

Produtos

Nosso propósito

Nossos valores

Nossa visão