Nossas Soluções

Quanto cada empresa paga por funcionário ao INSS?

Aprenda a calcular e como fazer o pagamento obrigatório ao órgão

Todo funcionário que trabalha sob o regime da CLT com carteira assinada deve colaborar obrigatoriamente e mensalmente com um valor referente ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) , descontado direto no holerite, de acordo com a  lei de nº 8.212.

Além daqueles que pagam de forma obrigatória, existe quem contribui com o INSS voluntariamente para um dia poder usufruir de todos os benefícios oferecidos aos contribuintes.

Em um ambiente empresarial, além do que é descontado na folha de pagamento, o empregador arca com uma parte do pagamento também ao instituto, incidente sobre a remuneração paga aos colaboradores. Agora, quanto cada empresa paga por funcionário ao INSS?

Valor pago pela empresa ao INSS

Empregador do regime simples nacional: 20% sobre a folha de pagamento (trabalhadores) + 11% sobre a remuneração de sócio (pró-labore).

Empresas em regime de lucro presumido/lucro real: 20% ao INSS + 1; 2 ou 3% RAT (a depender do grau de riscos ambientais do trabalho o FAP é fixado– fator acidentário de prevenção).

Como efetuar o pagamento

O recolhimento é feito por meio da Guia de Previdência Social – GPS. Para realizar o pagamento, o empregador precisa emiti-la pelo site da Receita Federal, com as informações solicitadas.

Com a emissão, basta acertar o pagamento com a opção do débito em conta ou em casas lotéricas e bancos conveniados.

Negócios optantes pelo Simples Nacional devem recolher o INSS Patronal dentro do Documento de Arrecadação do Simples Nacional – DAS.

Elaboramos uma planilha com cálculo do INSS Progressivo com as regras de 2021, para te auxiliar na conferência dos valores. Baixe grátis!

Cálculo do INSS progressivo 2021
Baixe nossa planilha de cálculo do INSS progressivo

Produtos

Nosso propósito

Nossos valores

Nossa visão